segunda-feira, 30 de junho de 2008

A Luz e a Beleza de quem está aberto para amar

Outro dia eu vi um homem aberto para amar.
Seu olhar tinha um brilho diferente e ele emanava uma doçura e uma luz que convidavam à aproximação. Naturalmente, me abri para ouvir o que ele tinha a dizer – o conteúdo não importava tanto.
Enquanto ele falava, fiquei olhando fascinada cada trejeito do seu rosto. Ele vivia cada palavra, sorria, se entristecia, gesticulava. Mas de vez em quando nossos olhares se encontravam e eu sentia: ele está aberto para amar. Que coisa linda! Que coisa doce!
Mas era uma situação meio social, meio familiar, outros interlocutores também se aproximaram (ciúme!) e interferiram. Por fim, nos despedimos.
Meu coração se apertou quando o vi partindo. Mas guardo na lembrança a beleza e a doçura do seu olhar.
A beleza, doçura e a Luz! de uma pessoa que está aberta para amar.

***

Amigos, nesta quarta-feira, 2/7, patirei em viagem de trabalho à VI Festa Literária Internacional de Paraty. Ficarei até domingo. Se cruzar com um computador ou uma lan house em meu caminho, prometo que contarei as novidades. Senão, vou contar tudo na volta. Até!!!

3 comentários:

Pablo Lima disse...

nice trip,caríssima!
e esteja aberta para amar em Paraty, o local é apropriado.

Claudia Goulart disse...

Amar é tudo de melhor que podemos sentir.
Paraty é tudo de bom.
Aproveite sua estada em Paraty e se puder conciliar com o amor, será perfeito

Valéria Martins disse...

Bem, é uma viagem de trabalho, né? Mas quem sabe?...