segunda-feira, 31 de maio de 2010

Ir do Rio a Porto Alegre...

A Passeata dos solteiros que agitou São Paulo no fim de semana passado deu margem a reportagens bem engraçadas:

"Quem não arranjou um cobertor de orelha, ainda tem chance...", disse um locutor.

"Fulano já foi padrinho de oito casamentos, mas continua só...", narrou outro.

E o tal fulano dizendo:

"Fui padrinho até da minha tia!..." (E olha que ele não era tão feio!)

Outro fulano:

"Se alguém botar a mão aqui (no ombro), tá levando."

Uma gordinha:

"Hoje as pessoas só olham o corpo. Eu que tenho uns quilinhos a mais, tô sobrando!"

As justificativas são várias. Mas o que faz um homem e uma mulher se atraírem de verdade? Mais do que isso: o que proporciona um verdadeiro encontro?

Lembro de uma amiga que chegou na minha casa cabisbaixa, vinda de uma consulta com o astrólogo:

- Eu disse a ele que quero muito encontrar um companheiro, mas ele respondeu que eu estou querendo ir do Rio a Porto Alegre sem passar por São Paulo...

Pois é. Não tem jeito: para ir do Rio à capital gaúcha, temos que passar por São Paulo. O que significa isso? Fazer a sua parte: cuidar de si, ter paciência, não se revoltar, curtir a vida da melhor maneira, não desacreditar, se divertir, ser feliz. E, quando menos se espera, o Amor acontece.

Abaixo, a Av. Paulista. Vamos?


11 comentários:

Heloísa disse...

Valéria,
Primeiro é preciso que se dê chance ao encontro. Sem ansiedade.
Como você disse, um dia o amor acontecerá.
Beijo.

Babi Mello disse...

oi! Valéria, vamos sim a Av. Paulista estive ai por apenas algumas horas e amei, quero voltar de novo, só que com mto mais tempo e estou exercendo essa paciência e esperando que algo legal aconteça, no amor.
bjocas!

Mônica disse...

Eu adorei a resposta do psicologo.
Resumindo quem procura acha.
com carinho monica
Mas eu não vou procurar nem se fosse um principe de verdade.
Não tenho aptidão para fazer as atividades que minhas amigas casadas fazem: arrumar as roupas, lavar , passar, cozinhar, arrumar as crianças para a escola,
Há tem tanto trabalho e além disto ainda tem que preocupar.
este fim de semana quase morri de susto porque o Afranio ( meus sobrinho)não chegava em casa. Era mais de 1 hora da manha da mnha . Peguei no terço de 10 misterios que mamae ganhou e comecei a rezar. Estava até comico disse minha irmã Andrea. E ela já colocando a roupa para ir atras dele. Quando até que enfim ele telefonou
E coitadinho ficou pedindo desculpa.
Eu se fosse mãe tinha morrido.Toda vez que saisse.
Com carinho Monica

Cadinho RoCo disse...

É bem por aí. Entendo haver no amor uma disponibilidade por demais descontraída e por isso o que devemos fazer não é mais do que nos disponibilizarmos a ele naturalmente, mantendo atenção para os sinais e não mais que isso. Nada que sugira aflição, antecipação ou manipulação no tempo do tempo de cada coisa.
Cadinho RoCo

Gerana Damulakis disse...

Muito boa a metáfora.

Pablo Lima disse...

vou nada!
no caminho para lá há opções beeeem melhores...

Mônica disse...

Valéria
Curta bem o feriado de amnha. Aí não está frio está?
com carinho MOnica

Adriana Karnal disse...

eu fui tão pouco a Sampa...rsrsr

Fernandes disse...

Opa!
Prefiro algum lugar do Rio. Mas não sei onde...mas sei que lá tem uma mulher que rouba pensamentos com senso de humor é charmosa, interessante, marrenta ...Ops!! Personalidade forte ,rs ... (Uma vez, chamou um desses caras mala que "se acham" e fazem parte da Magistratura ...de enrolão ) rs ...
Pois é ...p/que Sampa?

Mônica
Nem sempre é assim.
Hoje somos mais companheiros.
Dá desconto rs.

Neide disse...

Val,
Tenho observado que realmente os amores acontecem quando menos se espera, as vezes até vindo do improvável. Mas há atualmente uma espectativa muito grande em relação á pessoa amada,ao amor, se exige muito, se cobra muito, no entanto as pessoas não têm paciência para construir um relacionamento forte, duradouro.Parece que o amor se tornou uma mercadoria que se compra pronta, um pacote com a solução pra todos os anseios da vida. Quando há uma chance do encontro acontecer,preocupa-se tanto com o "manual de instrução" que a magia e todo o encanto desaparece...neste caso o príncipe encantado vira sapo mesmo!!!!!

Bjus.........

Monica Loureiro disse...

Adorei, Valéria !
Muito legal este post !