segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Na companhia do escritor

Holden Caulfield, protagonista do clássico O apanhador no campo de centeio, de J. D. Salinger, diz que "bom mesmo é o livro que quando a gente acaba de ler fica querendo ser um grande amigo do autor, para poder telefonar para ele toda vez que der vontade."

Li essa citação em resenha no Idéias de sábado passado e me vieram à memória duas ocasiões especiais em que tive o prazer e a sorte de interagir com escritores pelos quais sentia grande admiração e que, posteriormente, cheguei a conhecer.

Um deles, por incrível que possa parecer, é Paulo Coelho. Hoje o homem é quase uma lenda, mas nos idos de 1989/90 ele era de carne osso e trabalhava um bocado para divulgar sua obra. Eu costuma ler seus artigos em jornais e revistas e gostava. Depois, li O diário de um mago e gostei. Quando era estagiária de uma revista feminina, certo dia, uma repórter ia sair para entrevistar o mago e pedi para ir junto. Chegando lá (ele ainda morava na Raimundo Correa, em Copacabana), expressei minha admiração e ele disse que podíamos ficar amigos. Não acreditei, mas a partir daí passei a frequentar sua casa em dias de reza (sim, ele é catoliquíssimo) e todos os anos era convidada para a tradicional paella no Dia de São José. Desde que se mudou do Brasil, em raríssimas ocasiões nos vemos, mas quando isso acontece é um alegre reencontro.

Outro escritor que li ano passado e por quem me apaixonei (pela obra, quero dizer) é João Gilberto Noll, sobre quem já escrevi no blog. No Fórum das Letras de Ouro Preto, em novembro, tive a oportunidade de me sentar junto dele em um jantar e conversamos a noite toda. Um super-presente!

E vocês, já tiveram a chance de dizer a um artista querido o quanto o admiram? Na maioria das vezes, nem é preciso falar. Basta a alegria de estar perto, desfrutar aquela companhia especial. Se fosse possível, o que diriam e a quem???




14 comentários:

Chris disse...

Muita gente fala mal dele, mas realmente nao tenho nada contra, ja li uns 4 livros dele.
Aqui na europa e possivel encontrar facilmente os livros do Paulo, e bem bacana ver algo nosso por aqui!
bju bju

Hazel disse...

Também já li vários livros dele, e gostei de todos.
Já conheci algumas pessoas famosas, mas nunca as certas. Adoraria conhecer a escritora Joanne Harris, de quem sou realmente fã, mas não saberia o que dizer. Acho que ia ficar tão nervosa, que, provavelmente, até preferia não a conhecer - contrasenso!! kkkk

Rafael Velasquez disse...

estou com projeto de ser escritor (hahahaha), mas não sei se fico amigo das pessoas agora ao depois. de qualquer modo...

mas voltando ao ponto do seu texto: isso é verdade, eu fico com vontade de ser amigo de alguns autores que li e lei como dalton trevisan, max weber, charlie bukowski, sérgio buarque de holanda... de algum modo eu sou.


um beijo.

Claudia Pimenta disse...

oi valéria! humm, são tantos... ultimamente, a lygia bojunga. ao ler seu livro feito à mão, tive vontade, várias vezes, de lhe perguntar coisas, rir com ela, descobrir juntas aqueles lugares e afazeres, chorar de emoção... tanto que uso uma citação dela no blog de viagens, que amei! é, hoje seria ela! bjs, querida! ah, o niemeyer, como gênio, realmente precisa de tempo p/ser compreendido... concordo c/vc!

Babi Mello disse...

Olá Valéria não tive essa oportunidade. Sobre o livro O apanhador no campo de Centeio já li esse livro é fantástico. Acho que atualmente seria o autor Khaled Hosseini - suas obras: Caçador de Pipas e Cidade do Sol, maravilhosos, intensos - ele é muito bom. E sobre o postar os vídeos acabei aprendendo.
o comercial é lindo mesmo.

Calabresa disse...

Aos dois autores que gostaria de conhecer, teria pouco a dizer, gostaria só de escuta-los.
Tenho verdadeira paixão pelo Frederick Forsyth autor de O Dia do Chacal. Acho sua maneira de escrever incrível. Os enredos prendem e absorvem. Ele foi jornalista de guerra, deve ter histórias de vida incriveis pra contar!
Tem também o Patrick Süskind, autor de O Perfume. Também tenho uma imensa curiosidade a respeito dele. Acho que pelo fato dele não gostar de dar entrevistas e viver recluso.
Bjsss

Pablo Lima disse...

O meu artista querido e conhecido é o JOÃO BOSCO! vira e mexe conversamos - aliás, as conversas não saem muito dos meus elogios ao violão e às novidades criadas por ele!

Heloísa disse...

Valéria,
Sabe que nunca pensei nisso?
Mas acho que haveria alguns autores que eu gostaria de conhecer. Lembrei, agora, de uma : Isabel Allende.
No campo jurídico conheci alguns autores muito importantes, e me senti muito honrada com isso.
Beijos

Denise do Egito disse...

Val,
Já tive oportunidades de estar próxima de vários artistas, até por conta do meu trabalho. Alguns apenas cumprimentei, com outros levei um bom papo. Mas o que mais me marcou recentemente foi quando conheci o Professor Hermógenes, por ocasião do relançamento do livro dele, em dezembro. Eu disse humildemente que estava fazendo ioga e que esperava aprender alguma coisa. O velhinho me deu dois beijos carinhosos e respondeu apontando o livro: "Estude". Foi um momento mágico.
Beijos

Clarissa disse...

claro que essa frase só poderia ter sido tirada do meu livro preferido, haha. te amo, bjs

Valéria Martins disse...

Pablo, fala a verdade: se pudesse, vc conversaria com o Camus!...

Heloísa, não conheço pessoalmente a Allende, mas quase! Conheço bem o marido dela, William Gordon. Se tiver curiosidade e quiser saber sobre ele e o romanve que uniu os dois (são 25 anos de casados!), procure no arquivo do blog em Janeiro de 2008. Está tudo lá...

Monica Loureiro disse...

Eu gosto do Paulo Coelho, comprei o livro O MAGO que conta a história dele por curiosidade....
Gostaria de conhecer Isabel Allende, Lya Luft e Martha Medeiros...

ranuzia disse...

vc de pertinho do Paulo Coelho...eu adoro ele, cheguei até mandar um e-mail para ele (olha só que ousadia) vendo aonde estaria no Rio para poder vê-lo...eu não perguntaria nada, apenas conversaria com ele...queria saber dele coisas de um ser humano, seus medos essas coisas...queria muito conhecer tb a Marcua Frazão e a Nélida Pinon.
bjs e amei seu blog

maicher disse...

I will pass on your article introduced to my other friends, because really good!
wholesale jewelry