sábado, 29 de agosto de 2009

O fundo do poço

"Já fui tantas vezes ao fundo do poço que arrumei um cantinho lá pra mim. Tem umas almofadas..." A frase hilária é de Beth Lago no programa Saia Justa, do GNT.

Mas onde é o fundo do poço? Dentro de nós, na maioria das vezes. Porque a realidade continua igual no lado de fora: os mesmo problemas, as mesmas questões. Mas a gente se exaspera e vai dar lá no fundo do poço.

Às vezes, leva dias para sair...

Essa semana tive conversa bizarra com um motorista de táxi. Ele me conduzia pela ruas de Botafogo, todas engarrafadas, e começamos a discorrer sobre a necessidade de paciência no trânsito. Daí evoluímos para a vida. Lá pelas tantas perguntei:

- E o que fazemos quando a paciência de esgota para uma determinada situação?

Ele fez uma pausa... E respondeu:

- Olhamos lá para cima e pedimos: mais paciência. Porque Ele, lá em cima, é que sabe tudo, pode tudo. E as coisas aqui embaixo não vão mudar de uma hora pra outra só porque a gente quer.

OK. A humildade. Só nos resta respirar fundo...

E vamo que vamo - pra cima, de preferência.



23 comentários:

Carolina disse...

Essa Beth é o máximo, às vezes ela está lá quietinha no programa e de repente larga uma pérola...
Adoro Saia Justa, apesar de às vezes (só às vezes) me cansar da maitê-dondoca-zen e da marcia-radical.

Sabe que pode parecer masoquista, mas quando me vi no fundo do poço na volta me senti melhor, mais forte, e de certa forma revigorada. Faz parte do caminho e olha que em alguns casos, achei que não ia sair. Não conseguia ver a tal luz, só a do trem passando por cima de mim...

Falando em conversas com motorista de táxi, taí coisa engraçada, às vezes do nada a conversa envereda por um caminho que só Deus sabe. É as tais conversas populares, que chega não se sabe da onde e vai até a próxima descida. Me divirto na maioria dos casos. Chego a pensar que pode ser uma conversa meio terapêutica, a grosso modo.
Na real, dá de tudo um todo. hehehe

bjos e bom findi!

On The Rocks disse...

olá,

tem um poema/conto do caio fernando abreu, ótimo por sinal, sobre o poço... as paredes do poço...

se tiver acesso, leia. demais.

até mais.

Paloma Flores disse...

É, acho que o fundo do poço é mesmo dentro da gente sim. Não tem jeito, tem horas que a gente perde a calma, a compostura, a força, a fé... Tem horas que acontece, fazer o que?
Às vezes, o fundo do poço é até bom, voltamos de lá com mais força, mais vontade pra viver. Não é fácil, não acontece por mágica, mas a gente consegue sair do fundo do poço se tiver pelo que lutar. Eu luto por mim, e você, pelo que luta?
A Pausa do Tempo já tem uma identidade, né? Trocar de blog é pra quando a gente quer mudar isso. Mas acho que tem horas que a gente sente falta. Ou não. Tem tudo a ver com a fase da vida mesmo, como você mesma disse. O Folhas, pra mim, é muito importante agora mesmo.
Beijos! Boa semana!
E força aí pra não se afundar no poço. =)

Pablo Lima disse...

vamos que vamos, caríssima...

O Profeta disse...

As cordas de uma viola vibraram
Beijaram os dedos ao tocador
Uma nota fugiu ao encontro da saudade
No refrão a canção tinha a palavra amor

Nunca ouviste a palavra amor
Nunca te encontrou a nota de uma violoncelo
Nunca se rasgou o teu deserto de silêncios
Nunca um som te fez sentir o quanto é belo

Bom fim de semana

Doce beijo

Jacque disse...

Tenho um presentinho para amigos e seguidores no Blog: PRA VOCÊ COM CARINHO.

Beijo.

Jacque

Arnaldo disse...

A vida da gente é meio senoidal, cheia de altos e baixos. O problema é saber se realmente estamos no pico inferior ou se coisa pior ainda está por vir. De qualquer forma, o fundo do poço é a oportunidade da gente tomar fôlego pra começar a subir.

Juliana Mendes disse...

Tem gente que já tá la no fundo e continua cavando, isso que é phoda!!

Quando chegar no fundo do poço...
Pare de cavar, é hora de começar a escalada...

Adriana Calábria disse...

Essa semana falei justamente desse tal fundo do poço na terapia.

A certa altura minha terapeuta me pergunta mais ou menos assim: " O que a gente faz pra sair de lá?

E eu respondi: "Não sei". E eu não sabia mesmo. Na hora, pelo menos.

E ela disse: "Supera os próprios limites, e sai". (!)


É isso...

Bjsssss

Fernandes disse...

Bom senso e humor na tarde de domingo,entre um cigarro e uma xícara de café.
Posso dizer que estou na cobertura.(risos).

Boa tarde.

Laís D'Andréa disse...

Às vezes a gente cava o poço, não é? Incrível como a gente tem esse dom em certas situações. Simples e sábio esse motorista.

Respondendo a uma antiga pergunta sua, eu não atualizei mais o blog porque estou com um novo, inaugurei neste fim de semana. Passe por lá e você vai entender melhor. Beijos!

Fernandes disse...

Como sempre é um prazer ler o teu blog.

Uma ótima noite.

Babi Mello disse...

Oi! Valéria, paciência é algo que estou precisando muito na minha vida para uma questão que me magoa muito, espero conseguir tê-lá para no final me sair vitoriosa.
Bj!

Valéria Martins disse...

Olá, Arnaldo. Não consigo mais entrar no seu blog. Paralisa e fecha o meu Internet Explorer. Não sei o que é.

Fernandes, vc está no Facebook? Me adicione!

Gabriela Gonçalves disse...

gostei da frase da Beth, tem uma comunidade do orkut que fala: O fundo do meu poço tem molas.
Assim somos todos nós querida, todas vamos ao fundo e no fim vemos uma luz que nos faz levantar e seguir a frente.
E sempre voltamos melhor, mais fortes e acima de tudo mais otimistas.
Se cuida e se precisar estamos aqui, mesmo que virtualmente.
bj

Monica Loureiro disse...

Adorei o Post e a frase da Beth....

No lado profissional, tenho passado uns "bons" maus-bocados com nossa produtora de vídeo....

Mas tenho certeza que iremos superar...

Vanderhugo disse...

Uai...

quando a gente perde a paciência acho que é hora de perguntar se realmente a possuimos algum dia...

penso que a paciência é uma daquelas virtudes que, quando a gente conquista, não perde mais...

se perdemos... é porque não tinhamos...

boa semana, Val!!!

Bjs

Mônica disse...

Lá no fundo do posto. Esse taxista é sensacional. Ele sabe que só quem nos tira do aperto é Deus.

Por falar nele. Voce teve um problema sério de vista na época da visita do Papa? Minha irmã Marilia teve que colocar implante na vista por causa de uma doença. Mas não sei o nome.

Tenha uma otima semana.
Com carinho Monica

Uma Pulga em desesperO disse...

É, é pra cima que encontraremos a luz e a paz. Bju..Boa semana!

Fernandes disse...

Boa tarde. Em tempos de pressa e stress,a gentileza é sensacional.
Não tenho Facebook,orkut e blog.Contrapartida,tenho email,telefone,bicicleta e um cachorro da raça labrador que atende pelo nome de Bin (isso mesmo,Bin Laden).Vide os meus sapatos,rs.
Brincadeiras à parte.
Obrigado pela gentileza.
Reitero é muito bom ler você.
Boa tarde.

biatrixx disse...

Fundo do poço... paciência...
Sou das otimistas, sempre subindo.
mesmo se faltar muito pra chegar.
Avante.
bjkas

Fernandes disse...

Boa Noite.
Tem caixinha de sugestão ?
rs.

Arnaldo disse...

Estranho essa dificuldade de entrar no meu blog. Nunca ninguém me disse que teve problemas ao entrar. Não estará digitando algum caractere errado? De qualquer forma, vai aí o endereço:

www.baudetranqueiras.blogspot.com

Precisamos descobrir qual é a razão dessa incompatibilidade!