sábado, 22 de agosto de 2009

Liberdade e criatividade

Aprendi este ano com um grande empresário, super-bem-sucedido:

- Você tem que atirar pra todo lado. Não pode ficar parada. Em algum lugar irá acertar.

Como assim?

- Qualquer idéia que tiver, faça.

Ok. Mas e se a idéia não for bem recebida, não for pertinente?...

- Os outros é que vão dizer. E o máximo que pode acontecer é dizerem: Não.

Isso ficou martelando na minha cabeça... Até que começou a se transformar em liberdade.
  • De dizer o que penso (com jeito, tudo pode ser dito).

  • De pedir o que quero.

  • De propor a realização de coisas favoráveis a mim e aos que me cercam.
O mínimo que tem acontecido é ouvir Não de vez em quando. E o máximo é que muitas das minhas idéias têm sido aceitas e se desdobrado em acontecimentos esplendorosos.

Aos poucos, fui aprendendo também a ouvir Não com naturalidade, sem levar para o lado pessoal, sem que isso esbarre na auto-estima.

LIBERDADE! CRIATIVIDADE!

Viva, viva!


12 comentários:

Babi Mello disse...

Oi! Valéria, achei engraçado o comentário sobre a ginástica laboral... Bizarro, kkkkk.

E atirar por todos os lados, uma hora vc acerta, venho fazendo isso, mas ainda prefiro me resguardar nas palavras, ainda mais no ambiente de trabalho. Convivo com muitas pessoas milindrosas, ai fica complicado se expressar. Então prefiro nesse momento o silêncio.
Bj!

Paloma Flores disse...

Acredito que esse é o sonho de todo profissional, né? Que bom que você alcançou esse estado!

Mônica disse...

Acho que o mais dificil é saber ouvir ,vc não acha ??


Valeria que bom que gosta de árvores também ,eu amo de paixao !!!

Pablo Lima disse...

q fase! parabéns!
aproveite o momento construtivo!

Lauren - Moda Trash disse...

Que boa dose de auto-estima vc passa nos neste post, Valéria!
Minha mãe sempre repete uma frase qndo estou para baixo com os meu projetos: "O Não já é certo, então, vamos batalhar pelo o sim".
A cada dia mais aprendo que ficar parada não leva a nada. E ficar com medo e receio tbm. Só preciso aprender como abordar as pessoas, pois fico com medo de passar a imagem de chata, insistente. A fórmula q me falta é aprender transformar o Não no Sim de maneira correta, sem parecer incoveniente, sabe?
Dê-me dicas!
bjkasssssssssssssss

Mônica disse...

Voce Valéria pode dizer o que quiser! E muito inbteligente e criativa! Parece com minha mãe.
Ela fala e todos a escutam, porque naõ diz besteira, como eu.
Com carinho Monica

As igrejas por onde rezei ainda tem mais. Mas fiquei por estas senão ia cansar!

Drunken Alina disse...

Que delícia de assunto.

É tão bom ter coragem de se expressar não é?

Vejo sempre no dia a dia as pessoas se amarrando,se mascarando,com medo de serem elas mesmas ou de tentarem algo novo se achando incapazes.
Óbvio,também tenho estes momentos,mas creio que um pouquinho menos que essas pessoas.

Beijosssssss!!!!!!!!!

Uma Pulga em desesperO disse...

Muito bom mesmo! Ouvir não faz parte da vida.Bju

Carolina disse...

O Se é uma praga na nossa vida, que nos acorrenta e nos causa inércia.
Então, guardada as devidas proporções, o negócio é liberar e ver no que vai dar. Como calma, consciência e relamente, muita criatividade.
Como diz a minha mãe " do chão não passa"

bjos e boa semana

Heloísa disse...

Valéria,
Achei muito bom o resultado do conselho. Saber pedir, e saber ouvir um não, é muito importante.
Que bom que você está adotando esse comportamento.
Beijo.

Fernandes disse...

"A palavra pode mudar todo um curso de uma vida."

Como sempre,magnifique.

Boa tarde.

Lisa Nunes disse...

Valéria
amei o seu post, e sou muito grata por compartilhares conosco este teu momento reflexivo, com certeza todos nós nos identificamos com você.
E é isso que temos que aprender todos os dias: A dizer e a saber ouvir um NÃO! Gostei. Um grande abraço meu