quarta-feira, 1 de abril de 2009

Nunca é tarde

Às vezes, fico com medo de envelhecer e não conseguir realizar tantas coisas que ainda quero. Mas vejo a minha volta tantas amigas mais velhas realizando coisas incríveis e concluo que nunca é tarde para viver e ser feliz.

Por isso, resolvi publicar depoimento da Heloisa Sérvulo, do Blog da Vovó, mas não só. Ela escreveu sobre Algo que aprendi na vida, mas só vi depois de encerrada a "promoção". Vejam que lindo:

Aprendi, na vida, que “nunca é tarde para novas conquistas”.

Casei com 29 anos, numa época em que as jovens costumavam casar-se entre os 18 e 25 anos.

Tarde? Não foi. Deu tempo para ter e criar dois filhos.

Prestei vestibular concorrido, quando já tinha meus dois filhos. Aprovada, enfrentei o desafio dos cinco anos da faculdade.

Tarde para estudar? Não. Dediquei-me seriamente aos estudos, mantendo a mesma dedicação aos filhos e à casa.

Formada, parti para novo desafio: concurso público na minha área. Dos cinco candidatos aprovados, eu era a mais velha.

Tarde para iniciar carreira? De jeito nenhum. Trabalho envolvente, que até me permitiu conhecer meu 2º marido, num congresso do qual participamos.

Tarde para relacionamento sério? O tempo provou que não.

Depois de alguns anos de carreira estável, mas já sem entusiasmo, novo desafio. Juntei força e coragem para outro concurso público, ainda dentro da minha área, mas em outra atividade e instância. Concurso de extrema dificuldade e muita competitividade. Depois da maratona extenuante das várias provas, minha nova conquista: estava entre os 17 aprovados. Quase todos muito jovens. E eu, já tendo, na época, ultrapassado meio século de vida, estava iniciando nova carreira.

Tarde para isso? Não, nunca!



12 comentários:

Drunken Alina disse...

Animador!

Também penso que nunca é tarde enquanto estamos vivos e discernindo as coisas =)

Beijão!!!

Babi Mello disse...

Caraca, precisamos de pessoas assim a nossa volta para mostrar que tudo pode, qdo realmente queremos. Independente de qualquer coisa.
Linda história.

Pâmela disse...

Que lindo!
Espero nunca desistir e sempre achar que não é tarde, assim como ela.
Inspirador!
Beijos!

Monica Loureiro disse...

Poxa....
Adorei...
Tava precisando de um estímulo destes, porque as vezes me sinto tão velha pra fazer certas coisas....

Heloísa disse...

Valéria,
Que bom saber que minha história pode servir de estímulo para outras pessoas.
Torço por todas/os.
Beijos

Anônimo disse...

Adorei !!!
Que Lindinha !!!
Nunca diga nunca !!

Bjos

Halime disse...

Que depoimento mais lindo... Vejo as mulheres da minha família e do quanto elas se tornam amargas cada vez que completam mais um aniversário pq acreditam que envelhecer = morrer. Eu não quero ser assim. Quero sempre acreditar que cada dia é uma nova chance para começar uma nova vida. Saudade do blog, voltei a postar! beijão

Heloísa disse...

Valéria,
Esqueci de dizer que adorei a ilustração.
Beijo

HAZEL disse...

Muito esperançoso... dá que pensar, né?

Andrea disse...

adorei !!que incentivo ,e que lição de vida !!

Adriana Calábria disse...

Eu estava precisando ler isso. Veio em boa hora!

Bjssss

Hoje Vou Assim disse...

Linda Heloísa!! Me emocionei. Eu, mais do que ninguém, sei que o tempo reserva tantas boas surpresas ao longo da nossa vida. Pra isso, basta correr atrás.

Beijos, queridoca!
Ana