terça-feira, 28 de outubro de 2008

Alguém te querer já é uma grande coisa

– Pois é, Valéria. O problema daquele cara é que ele só queria me levar pra cama!

Eu escutava minha amiga enquanto meu namorado dirigia, carro lotado, voltando de programação noturna. Ela me falava ao pé do ouvido, mas ele escutou. E mais tarde, juntos, ouvi sua opinião.

– Ouvi sua amiga, L. reclamando de um cara que só queria levá-la pra cama. Como assim, "só queria"? Isso já é uma graaande coisa... ALGUÉM te quer, nem que seja só pra levar pra cama...

Hahaha, nunca me esqueço dessa ponderação. E no sábado, encontrei amiga que era atriz mas mudou de profissão, agora é terapeuta. Estava me falando de um dos diretores da clínica onde trabalha, que tem a seguinte teoria: o sexo é uma função vital, uma energia que precisa de vazão, senão causa desequilíbrio e doenças (concordo plenamente!) a menos que seja canalizada para uma atividade criativa.

Segundo este camarada, a nossa fixação no amor romântico só atrapalha as coisas. Ficamos esperando o companheiro ideal e deixamos de fazer sexo quando dá vontade, quando isso é tão natural quanto beber água. Interessantíssimo esse ponto de vista, não acham?

Tudo isso pra dizer que quando alguém quer a gente é bom escutar, sentir, abrir bem os olhos, a boca e, se for o caso, o coração.





12 comentários:

Monica Loureiro disse...

Concordo plenamente com relação a energia sexual....Ela precisa ser extravazada....

sujeito oculto e demais graças do amor disse...

Escutar, sentir, aprender e descobrir o novo, sempre, a toda hora. Isso é tão bom. Seja no bóia-cross do post anterior ou em uma declaração de amor pela metade... Coloquei um link para o seu blog no meu também.
beijo grande e boa sorte,
Luciana Pinsky

Denise do Egito disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Não Somos Apenas Rostinhos Bonitos disse...

CONCORDAMOS TOTALMENTE!

Denise do Egito disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pâmela disse...

É, alguém te querer já é grande coisa.
Mas não é suficiente, às vezes,não?
Acho que, no final das contas, somos é muito exigentes...

Valéria Martins disse...

Querida Pamela, vc tem razão. Muitas vezes, a maioria delas, não é o suficiente. Não podemos mandar no coração, né?
Essa é uma questão bem complicada...Beijos

ana - hoje vou assim off disse...

Puxa, q post cabeça, adorei a ponderação. Faz muito sentido.....

:)

Beijocas, querida!

Carolina disse...

O sentimento de querer bem alguém já basta pra nos sentimos acolhidas. É no final o que nos move e o que todo mundo deseja,porque amor é somente um nome dado a várias manifestações de carinho em variados graus.

E sobre sexo concordo muito com a definição porque faz um bem pra pele...e pra alma.

bjos queridos pra ti, Valéria!

Fabio Fernandes disse...

Pudera eu acreditar que todas as mulheres pudessem deixar de lado o lado machista da sociedade e passassem a pensar como os homens(paradoxal, não?).
O que mais me deixa puto da vida com o machismo é a repressão sexual que a mulher sofre, é pura idiotice. Homem pode "galinhar" mas mulher não. Na minha opinião, é exatamente como cuspir pra cima.

Mas, com certeza, sexo com amor é completamente diferente de "só sexo".

Denise do Egito disse...

Discordo de tudo!!
hehehe
Beijocas

Da Silva disse...

O cara disse tudo. O sexo é um compartilhamento dos mais intímos que se pode ter com alguém. É uma honra para qualquer pessoa saber que alguém quer levá-la para a cama. Que deve ser reconhecida e agradecida mesmo se vc não aceitar o convite.