quarta-feira, 28 de abril de 2010

Falar

Quem fala o que quer ouve o que não quer. Cresci escutando minha mãe dizer isso. Mas, às vezes, vale a pena correr o risco de dizer o que se está pensando ou, principalmente, sentindo.

À amiga que não perde a oportunidade de contar que viu seu ex-namorado com outra, que ele parecia feliz, que a outra está grávida:

- Prefiro que não me conte nada. Cada vez que você conta, duvido que seja minha amiga de verdade.

Ao colega de trabalho que sempre dá uma cantada, mesmo que brincando:

- Por favor, pare com essas cantadas. Por mais que esteja brincando, me deixa constrangida.

Ao amigo por quem é apaixonada:

- Gosto de você mais do que como amigo. Eu te amo.

E outro que se vire com o que ouvir...

Tudo que nos deixa mais leve para viver e caminhar vale a pena.



9 comentários:

Gerana Damulakis disse...

Questão complicada. Meu movimento vai no sentido do que pregou sua vida a vida inteira, pois já falei muito (não esses lances de dizer que viu fulano ou sicrano; minha falação eram minhas opiniões) e hoje, cada vez mais, fico contida.
Fico com sua mãe: Quem fala o que quer ouve o que não quer.

Neide disse...

Val,

Que bom que vc voltou!!!senti muito sua falta.

Concordo com a Gerana que é uma questão complicada, entretanto, eu ainda prefiro dizer o que penso, dar minha opinião, do que ficar calada. Às vezes um outro ponto de vista resolve a questão.

Bjussssssss.

Fernandes disse...

Bom retorno!

"Quem fala o que quer ouve o que não quer"
-Nem sempre,nem sempre...

É preciso ponderação e às vezes silêncio, ainda que exija uma resposta enérgica.

Com exceção da mocinha do Call Center ou clássico atropelamento por carrinho de super mercado...e bla bla ...

Hoje procuro ponderar e avaliar, já falei demais, mass não tudo, como senti sua falta, às vezes penso em ti.Zéé !
Enfim,vivo o melhor estilo pagodinho "deixa a vida me levar, vida leva eu...apesar de não falar tudo que penso e sinto.
Bom dia!

Mônica disse...

Eu adorei esta frase sua.
Tudo o que nos deixa mais leve para viver e caminhar vale a pena.
Vou colocar perto de mim!
com carinho Monica

Babi Mello disse...

oi! Valéria vi que tem mudanças por aqui e gostei deu uma leveza ao blog e sobre dizer o que pensa e ouvir o que não tá afim sem bem como é e como machuca, sofri muito por me dizerem coisas que eu não estava preparada para ouvir e como doeu e cheguei ao ponto de dizer que não queria ouvir mais nada, absolutamente nada.
Acredito que você só consiguirá ouvir e relevar o que te disseram quando o tempo lhe permitir essa espera.
bj!

Cris Tarcia disse...

Olá, lindo texto, temos que prestar atenção nas nossas palavras, elas tem uma carga muito grande , podem construir ou destruir, mas palavras ñão foi feita para cair no chão, lugar da palavra é o coração.

Beijos

Pablo Lima disse...

concordo com a gerana.
não é simples optar por falar ou não diante de determinadas situações.
pior ainda é tentar aceitar as consequencias depois da decisão.
abraços.

Celamar Maione disse...

Já me arrependi por falar demais, porém, nunca me arrependi de ficar em silêncio.
É no silêncio que renovamos nossas energias.

Anônimo disse...

Uau! Obrigado! Eu sempre quis escrever no meu site algo como isso. Posso tomar parte do seu post no meu blog?