quinta-feira, 1 de março de 2012

A morte de uma criança

Devia ser proibido morrer criança. Não faz sentido na nossa mente limitada de humanos. Mas quem somos nós para julgar os desígnios de Deus?

Nesta terça-feira, 28 de fevereiro de 2012, meu filho Gabriel perdeu um de seus melhores amigos, o querido Vitor, de morte natural, de repente, sem qualquer aviso ou sintoma.

Os dois têm 13 anos. Os dois desceram juntos a ladeira da escola, chegaram ao ponto de ônibus e se despediram: “Até amanhã”.

Mas naquela mesma tarde a morte chegou e, com sua violência natural, alterou as rotinas de todos que conheciam o Vitor.

Vitor tinha uma risada que todo mundo ria quando escutava.

Ao terminar de bater um 'pratão' de comida na nossa casa, eu lhe perguntava:

- O que vc quer de sobremesa? Tem melancia, melão, manga...

Ao que ele sempre respondia:

- Banana.

Eu ria, porque banana é uma fruta forte, que enche a barriga da gente... Mas ele gostava mesmo era de comer banana de sobremesa.

Vitor tinha medo de cachorro, porque já tinha levado mordida. Mas uma vez viajamos com a madrinha do Gabriel, e ela tem um cachorro que late sem parar, e ele foi no carro com cachorro e tudo... Deve ter perdido o medo!

A morte do Vitor é um caminhão desgovernado que investe, a 100 Km por hora, nas pilastras da nossa fé.

Nosso Amor à família Rubim. Muita Paz e Luz.

Oração das Crianças

Por favor, Senhor, permita-me crescer forte e seguro sob tua proteção e guia.

Protege, oh Senhor, minha família, meus amigos, meu país e minha fé.

Tem paciência, Senhor, conosco, as crianças, para que possamos aprender a amar-te, conhecer-te e viver perto de ti.

Amén


Abaixo, Vitor (esq.) e Gabriel em Buzios, RJ.

6 comentários:

Helena Duarte disse...

Que Deus conforte os corações dos familiares e amigos.
Valéria, perder é sempre muito dificil, mas tenham Fé que o tempo cura a dor, mas a saudade fica.
Xeros pra ti minha flor.

Mônica disse...

Valeria
Eu estou sem palavras. Só consigo ver a foto de uma criança tão sadia como é os nosso sobrinhos.
E fico arrepiada!
Só Deus para nos dar o alento necessario.
E ele dará!
Mas que nao é facil nao é nao!
Um abraço na familia deste agaroto que ja está nos ceus!
com carinho de sua amiga Monica

biatrixx disse...

muito, muito muito triste.

Anônimo disse...

é triste demais... a risada dele era tudo.. ta fazendo falta DEMAIS

Anônimo disse...

Perdi um sobrinho há 2 meses, ele tinha 9 anos, do nada, jogando bola na escola caiu no chão, aneurisma cerebral, 11 dias de UTI após a cirurgia e a sua morte. Já se passaram 2 meses, mas ainda estamos atordoados, sem rumo, sem direção. Talvez a melhor corda a nos prendermos é esta chamada "fé". Fé de que quem partiu está melhor que a gente, está com Deus, está longe dos problemas desta vida. É muito difícil, mas se não nos prendermos a algo bom, facilmente nos prenderemos às idéias ruins que nos surgem. Que a tristeza para nós assim como para vocês, com o tempo consiga ser transformada em doce lembrança. Abraço.

Monica Loureiro disse...

Nossa Valéria,estou muito emocionada.